O que eleva o espírito, ajudando o ser encarnado é a consciência do dever cumprido e a prática do bem, para si próprio e para aqueles, seus iguais. Isabel Candeias


Atitude responsável e construtiva - Por António Pina Tavares

Devemos ter atitude responsável e construtiva. Geralmente, vemos os erros e as falhas a serem cometidos por outras pessoas, atribuindo culpa a terceiros, ficando o ausente como culpado pela situação. Na verdade, devemos ver que cada um dá o que tem a dar, devendo os responsáveis valorizar esta característica e torná-la válida e útil para o crescimento da participação individual e coletiva. Ou seja, sempre devemos visar e procurar melhorar os procedimentos e, por conseguinte, os comportamentos.

Cada um deve ser responsabilizado pelos seus atos e ações no cumprimento das tarefas individuais e gerais através de formas objetivas e corretivas que visem o enaltecimento do caráter, da dignidade, da igualdade de oportunidades, da assertividade e do trabalho honesto, coletivo e valoroso.

Mecanismos de controle, de acompanhamento e de prestação de contas e transparência, bem como a criação de bons hábitos de trabalho e de comportamentos sociais exemplares devem ser sempre aperfeiçoados, criados, preservados e desenvolvidos.

Devemos ver as coisas como algo que deve ser construído com a ajuda de todos, onde podemos dar o nosso máximo para que as coisas progridam. Por conseguinte, devemos auscultar todos e ajudar-nos mutuamente para aperfeiçoarmos a parte que cada um de nós dá, visando o todo. Todos devem ser envolvidos, em diversos níveis, na tomada e execução das decisões, obedecendo à hierárquica vertical e horizontal, verificando sempre que o objetivo de vida, em última análise, é o progresso do indivíduo em todas as suas dimensões.

Igualmente, cada um dá a sua parte para a valorização e edificação do nosso trabalho, localidade, cidade, país, Continente, Planeta e Universo, onde todos são iguais e concorrem para o mesmo fim, que é o enaltecimento de si próprios e da Humanidade. O resultado final é que o trabalho de cada um e de todos sirvam de meio para o progresso individual e geral. Os benefícios devem também ser repartidos de igual forma, quer dizer, devem ser distribuídos para um e para todos.

Atitude responsável e construtiva
Por António Pina Tavares